28

setembro.2016

Marketing Digital é estratégia

Ao pensar em marketing digital é comum ir direto para a “parte prática”, ou seja, partir para o tático e operacional antes mesmo de definir os objetivos e planejar os passos de curto, médio e longo prazo.

Sabendo que estratégia é um plano ou método para alcançar os seus objetivos, e o tático é a forma como o plano será executado, agir desta maneira caracteriza um problema conceitual e também de processos, causando confusão e total desalinhamento entre as ações. Outro ponto importante é que não havendo a definição estratégica, os resultados também não poderão ser mensurados, uma vez que não se definiu as métricas e KPI´s da ação que está em curso.

 

Determinar quais fatores irão medir o sucesso do projeto ou ação nem sempre é simples.  Muitas empresas investem centenas de horas de trabalho medindo métricas que acabam tendo pouco ou nenhum impacto sobre os resultados reais. Adotar os  KPI´S certos irá ajudar a entender os resultados com mais clareza e mais rápido, podendo reagir a eles com a mesma agilidade.”

Gilberto Paqualin
Head of Media & Performance

 

Hoje lidamos com um público informado, acostumado com a navegação em sites, aplicativos e redes sociais, tendo um ponto de vista formado a respeito de determinados serviços e produtos, com expectativas formadas pelas experiências anteriores. Portanto, idealizar um projeto para o ambiente digital requer análise profunda do público, mercado e boas práticas adotadas para o segmento, adequando as necessidades da empresa a esses quesitos.

Sim, o sentido mudou de direção. Sua empresa dita as regras internas, mas quando decidir falar com o seu público é ele quem determinará como essa conversa acontecerá.

No post “PLANEJAMENTO DE MARCA – CONHECIMENTO X ACHISMO”, falamos sobre a importância do planejamento de marca, valendo também para projetos pontuais como sites, aplicativos, campanhas, entre outras.

O valor do planejamento talvez não seja tangível para algumas situações, muitas vezes ouvimos que é desnecessário para pequenas ações, ou que não se tem o tempo necessário para esta etapa. Mas, ao colocar um projeto no ar sem nenhuma estratégia em algum momento ele terá que voltar para ser repensado, necessitando do famoso “plano B”, que ainda não existe, pois geralmente é definido no planejamento.

Se utilizando do método 5W2H é possível ter uma definição mais assertiva:

  1. Saber o que será feito, definir muito bem o projeto ou as ações.
  2. Traçar os objetivos esperados com eta ação.
  3. Quais plataformas serão usadas para executar o projeto e qual delas será a principal.
  4. Definir o período em que estará no ar, com linha de tempo pré e pós execução.
  5. Eleger os responsáveis e suas atribuições.
  6. Definir como será feito, se usará alguma metodologia específica.
  7. E quanto custará, ter o orçamento completo para ser o ponto de partida para a análise da efetividade do projeto/ação vs objetivos traçados.

Importante também é identificar a agência de marketing digital que está de fato preparada para atender demandas estratégicas.

O que você procura?

Não perca nenhum conteúdo