11

janeiro.2016

Os benefícios das férias

Seja o recesso coletivo no final do ano ou as férias individuais de 30 dias, este benefício costuma ser um dos preferidos de quem trabalha, independente da área da atuação. Parar, descansar e ter tempo para fazer o que quiser é um período esperado ansiosamente. Porém, para os profissionais de comunicação, as férias vão além do descanso, funcionando com um laboratório de ampliação do repertório. Assim como profissionais de outras áreas, eles vão à praia ou ao campo, comem, bebem, dão risada e conhecem novos lugares e culturas, mas a diferença está em como olham o novo, absorvem experiências e usam isso posteriormente.

Se o repertório é a soma de todas as experiências que um indivíduo tem na vida, então quanto mais vivência, mais rico é seu repertório? Sim e não. Podemos dizer que existe uma espécie de chave que diferencia alguém que já viveu muito de alguém com vasto repertório. Por exemplo, tirar férias e viajar não são suficientes para enriquecer conhecimentos. É preciso intenção e curiosidade! É possível ir à Paris e não visitar nenhum museu, monumento ou galeria de arte, apenas estar na cidade, mas não conhecer nada. Da mesma forma, é possível passar apenas um final de semana nas cidades histórias mineiras e absorver um arsenal de informações.

Apesar de repertório ser um assunto recorrente na criação, todas as áreas da agência se beneficiam com profissionais atualizados. É como se essa bagagem funcionasse como um banco de dados pessoal; quando alguma situação sem resposta aparece, inconscientemente a pessoa recorre ao conhecimento adquirido por meio das mais diversas experiências, criando associações que levam às sugestões de solução. Quanto mais raso é o banco de dados, mais difícil é extrair ideias inteligentes.

Toda experiência vivida impacta no desenvolvimento do trabalho dos profissionais de comunicação, direta ou indiretamente. Por isso, é essencial ser curioso, ser interessado e se expor ao novo sem preconceitos. É claro que preferências pessoais irão influenciar bastante na construção do repertório, mas para quem trabalha com publicidade e, portanto, atende diversos segmentos, é importantíssimo ter consciência de que quanto maior a bagagem, mais longa pode ser a viagem.

O que você procura?

Não perca nenhum conteúdo