14

março.2014

Pulsábios contam sobre seus talentos no basquete e no futebol

Como toda sexta-feira, hoje foi dia de café da manhã com palestras aqui na Agência Pulso. Por coincidência, o esporte permeou a apresentação dos Pulsábios.

Fernando Sesconetti, programador front end, contou sobre sua carreira no futebol, antes de entrar para a nossa equipe. Sesco nasceu na cidade de Andradas, no sul de Minas Gerais, e sempre jogou bola e participou de campeonatos de natação. Seu talento chamou a atenção, ele passou a jogar futebol profissionalmente e integrou os Rio Branco de Andradas (MG), Santo André (SP), Portuguesa (SP) e Paraná Clube (PR). Aos 20 anos ele parou de jogar e desde então trabalha na Pulso. Mas foi em 2013, que, aos 23 anos, Fernando ganhou seu maior troféu, o filho Bernardo.

Gustavo Machado, estagiário de arte, também sempre chamou atenção de olheiros. Fanático por futebol desde criança, chamou atenção de olheiros e  ganhou bolsas de estudo ainda no colégio. Com o tempo, começou a se interessar pelo basquete e a desenvoltura era tanta que ele foi chamado para jogar no exterior. Por causa de uma lesão no joelho, o sonho de estar entre os astros da NBA teve de ser adiado. Mas o Guto é persistente e passou a jogar pela Universidade Mackenzie, participou de diversos campeonatos universitários e coleciona medalhas. Este ano, ele finaliza o curso de Design de Produto e, para o seu TGI (Trabalho de Graduação Interdisciplinar), está criando um tênis hibrido, que une o conforto do tênis de corrida com o estilo do tênis de skate.

O que você procura?

Não perca nenhum conteúdo