24

junho.2008

Sites da internet poderão ter outras extensões

O Icann, órgão gestor da internet, deverá permitir que os internautas criem extensão de endereços na web com nome diversos. Assim, poderíamos ter o .cocacola e o .google, dentre outros

O Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (Icann), órgão gestor da internet, pensa em abrir a possibilidade de que internautas criem a extensão de um endereço na web com o nome que quiserem.

‘Além das extensões .com, .net ou .org, a partir do primeiro trimestre de 2009, os 1,3 bilhão de internautas poderão adquirir endereços genéricos, utilizando palavras como .love, ou ainda nomes próprios’, declarou o presidente do Icann, Paul Twomey, em uma entrevista ao jornal econômico francês Les Echos.

Atualmente, estão contabilizados 162 milhões de nomes, dos quais mais da metade utilizando .net e .com, num total de cerca de 250 extensões.

Isso fará com que os grandes grupos e as cidades possam ter sua própria extensão, como .google ou .saopaulo. Até agora, alguns contornavam o sistema: numerosas empresas baseadas em Los Angeles assinaram um acordo com as autoridades do Laos para utilizar o .la, por exemplo.

Outra novidade é a chance de se autorizar os endereços em caracteres não latinos, por exemplo, em chinês, ou em árabe. “Testamos 15 línguas para que funcionem com os navegadores da Mozilla, da Microsoft e da Apple”, disse Twomey.

Fonte: Meio e Mensagem

O que você procura?

Não perca nenhum conteúdo