20

abril.2016

Waze é on ou off?

Recentemente eu ouvi isso a respeito da aula do meu amigo e grande mestre, Ricardo Longo. Em uma das suas aulas, ele fez essa pergunta, contada pelo aluno e amigo Rodrigo Lacsko que me fez refletir. Vamos ao conceito da empresa do Ricarfo, a Onoffre que nada mais é uma junção do on e offline, ou seja, a realidade: não existe mais on e off, ou pelo menos não devia, pois o discurso é esse, mas nas empresas tem o departamento de on e o de off e nem sempre eles se falam. Enfim, vou jogar a reflexão aqui e depois passar a minha percepção disso.

Você está no carro (offline) a caminho de uma importante reunião (offline).  Você está parado no trânsito (offline) e olha no relógio do carro (digital). Calcula rapidamente o tempo e acredita que não vai chegar a tempo, a menos que algo lhe salve. Então, você pega seu celular (digital), acessa um aplicativo (digital) que, usando Big Data (digital) traça em segundos uma rota que vai lhe tirar do trânsito (offline) e vai te levar a sua reunião (offline) – agora vou um pouco mais longe do que o Ricardo diz – mas vamos supor que mesmo assim você vá atrasar, então usa seu celular (digital) para enviar um WhatsApp (digital) de graça por sinal, para o pessoal da reunião.

Nesse meio tempo, você sincroniza seu celular (digital) com o multimídia do carro (digital) para fazer uma ligação na agência (offline) para pedir que alguém avise ao pessoal da reunião (offline) que você vai atrasar, uma vez que o WhatsApp (digital) lhe mostra que a pessoa da reunião não leu a mensagem (digital) ainda.

Quantas vezes por semana você passa por uma situação como essa?

Bom, quando o Rodrigo me contou isso, no dia seguinte a sua aula com o Ricardo, eu tinha passado exatamente pelo o que eu descrevi e justamente indo para uma reunião com o próprio Rodrigo, foi ai que ele me contou e eu comecei a pensar: Estou on ou offline no momento da história acima? Estou tão na dúvida, como acredito que a maioria de vocês…

O que realmente precisamos pensar é que dividir mundo online e mundo offline já não é mais interessante, pois eles não existem de formas separadas, eles simplesmente, existem. Escrevo esse artigo enquanto converso com uma pessoa da agência pelo Skype e mando e-mail. Há alguns anos, estaria escrevendo em um computador, com o telefone na mão e depois digitaria uma carta, imprimiria e a enviaria pelo Correio.

“Não existe mais on e off é tudo marketing”.
“O mundo mudou e precisamos nos adaptar”.
“As pessoas estão cada vez mais conectadas e as marcas precisam estar no digital”.
“O consumidor não é mais o mesmo”.

Quantas vezes você ouviu isso em palestras, frases de efeito, que são lindas no palco, mas não são usadas no dia a dia. Quantas vezes, você viu um cara falar uma dessas e o mesmo cara não aprovar a campanha de digital que você pensou, porque ele não acredita no meio ou porque para ele, fazer o Google resolve.  Não, não resolve!

Se o Waze é on e offline ao mesmo tempo, meus amigos, acordem pois o mundo mudou, o marketing não tem divisão, as pessoas estão mais conectadas, o consumidor não é mais o mesmo e por tudo isso, velhas formulas não trarão novos resultados…

O que você procura?

Não perca nenhum conteúdo